06 nov 2018

A febre amarela é uma doença infecciosa muito grave e transmitida por mosquitos, principalmente o Aedes aegypti eHaemagogus.

Desde o começo do ano de 2017 o número de casos de pessoas infectadas vem aumentando e se tornou o pior surto da doença desde 1980.

O Instituto Adolfo Lutz confirmou nesta segunda-feira mais uma morte pela doença. Desde o começo do ano, houve 502 casos da doença no estado, com 175 mortes.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo fez alerta na tarde desta segunda-feira (5) para que quem vai viajar para o litoral do estado esteja vacinado contra a febre amarela. A recomendação é para que os turistas se vacinem com intervalo de ao menos dez dias antes da viagem.

O alerta foi feito após o Instituto Adolfo Lutz confirmar mais uma morte pela doença no estado, no município de Cunha, no Vale do Paraíba.

Desde o começo do ano, houve 502 casos de febre amarela no estado. Deste total, 175 pacientes morreram da doença. Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, Mairiporã, na Grande são Paulo, e Atibaia têm quase 40% dos casos – são 152 casos no primeiro município, onde houve 33 mortes, e 48 no segundo, com 10 mortes.

Atualmente, não há nenhuma região do estado livre do vírus da febre amarela. A circulação está mais concentrada em área de Mata Atlântica.

O caso de morte que o Instituto Adolfo Lutz confirmou nesta segunda-feira é de um homem de 26 anos que morava em Cunha, no interior, e estava internado no Hospital Emílio Ribas. Ele morreu na semana passada.

A Secretaria de Saúde do estado não divulgou o nome da vítima, mas informou que ele contraiu a doença na zona rural de Caraguatatuba, enquanto procurava emprego na duplicação da Rodovia dos Tamoios, num canteiro de obras perto da mata.

Fontes: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2018/11/05/governo-de-sp-alerta-para-vacinacao-de-febre-amarela-para-quem-vai-para-o-litoral.ghtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/febre-amarela

https://saude.abril.com.br/medicina/surto-de-febre-amarela-ja-e-o-mais-mortal-desde-1980-e-agora/ 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail