30 mar 2021
câncer na infância

Entenda a importância de diagnosticar a doença no estágio inicial e conheça os principais sintomas e tratamentos para combater o câncer na infância

Entender e colocar em prática as ações sobre como combater o câncer na infância é fundamental para evitar a enfermidade, que é a principal causa de morte na faixa etária entre 1 e 19 anos, segundo o Instituto Nacional de Câncer – Inca.

Além disso, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, aproximadamente 9,6 milhões de pessoas morrem de câncer por ano em todo o mundo e a previsão é de que em 2030, o número de casos de câncer infantojuvenil atinja 600 mil.

No Brasil, surgem 12,5 mil novos casos por ano, sendo que 6,2 mil crianças são tratadas em hospitais públicos e aproximadamente 4 mil morrem sem ao menos receber o diagnóstico e, consequentemente, o tratamento para tratar a doença.

Diante deste cenário, saiba como combater o câncer na infância.

Leia também: Conheça todos os processos para o desenvolvimento da vacina da COVID-19

Entenda como combater o câncer na infância

O câncer infantil é diferente do adulto?

Geralmente, o câncer infantil afeta as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. Já nos adultos, a doença afeta as células que recobrem os diferentes órgãos.

Por isso, resumidamente, os cânceres que mais afetam as crianças são os do sangue, como leucemia, os do sistema linfático, como o linfoma, e os do sistema nervoso central, como os tumores originados no cérebro e na medula espinhal.

Outra informação para entender a importância de combater o câncer na infância é que, na maioria dos casos, a doença é mais agressiva e se desenvolve mais rápido nas crianças.

Além disso, em muitos casos não é possível realizar cirurgia, mas o tratamento é melhor respondido e considerado de bom prognóstico nas crianças.

Como a doença aparece?

Até o momento, existem poucas evidências científicas sobre a origem do câncer na infância, principalmente por ser raro, o que limita os estudos e as estatísticas.

No entanto, o INCA considera a doença como um mal genético e justamente por não se saber muito, é preciso ter atenção com os primeiros sintomas que podem ser cruciais para a cura.

Quais são os sintomas?

Antes de apresentar os primeiros e principais sintomas da doença e entender mais sobre como combater o câncer na infância, é preciso saber que o diagnóstico no estágio inicial da enfermidade é essencial para a cura.

Por isso, é muito importante prestar atenção nos principais sintomas que são:

  • Infecções constantes

  • Palidez

  • Dores nos ossos

  • Fraqueza

  • Suor noturno

  • Aparição de gânglios aumentados no pescoço, axila e virilha

  • Dores de cabeça e distúrbios de visão

  • Vômitos

Como é tratado o câncer infantil?

Na maioria dos casos, a doença é tratada com quimioterapia, que hoje é a responsável pela cura de cerca de 70% das crianças com câncer, radioterapia e, em alguns casos, cirurgia.

É necessário que o tratamento seja realizado em um centro especializado, particular ou público, e que seja uma instituição de referência no combate ao câncer na infância e coordenado por uma equipe de especialistas.

Leia também: Vacina Herpes Zóster: Tudo O Que Você Precisa Saber

Conte com a Vip Imune

Agora que você já sabe a importância do diagnóstico no estágio inicial para combater o câncer na infância, é preciso conhecer também instituições que cuidem da sua saúde e de sua família, desde o nascimento até a terceira idade.

Nesse caso, a Vip Imune Clinica de Imunizações tem a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe sua imunização, de acordo com o calendário de vacinação.

24 mar 2021
tuberculose

Entenda como a vacina BCG é a principal aliada das pessoas para evitar a tuberculose e conheça outros métodos importantes para prevenir-se da doença

Em 24 de março é comemorado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose e essa data foi escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pois neste dia, em 1882, Robert Koch descobriu o bacilo causador da doença, que tem a vacina BCG como melhor opção para prevenção.

Apesar de ser antiga, a tuberculose é considerada enfermidade reemergente desde 1993 pela OMS, que ainda decretou emergência global por conta da doença.

Ainda de acordo com a organização, duas bilhões de pessoas estão infectadas pelo Mycobacterium tuberculosis, com previsão de que 9 milhões desenvolvam a doença e 2 milhões morram por ano.

Somente em 2019, foram 1,4 milhões de mortes causadas pela tuberculose, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Diante deste cenário emergencial, é preciso investir urgentemente na vacina BCG para evitar e erradicar a doença. Saiba mais!

Leia também: Vacina Herpes Zóster: Tudo O Que Você Precisa Saber

Entenda como prevenir a tuberculose

Vacina BCG

A vacina BCG (bacilo Calmette-Guérin), que no Brasil é disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), protege as crianças das variantes mais graves da enfermidade, como a tuberculose miliar e a meníngea.

Nesse sentido, a vacina BCG é aplicada nas maternidades ou nas salas de vacinação das unidades básicas de saúde e deve ser dada às crianças ao nascer ou, no máximo, até os quatro anos, 11 meses e 29 dias.

Tratamento da infecção

Em casos em que a pessoa não tomou a vacina e é diagnosticada com o Mycobacterium tuberculosis, o tratamento da Latente da Tuberculose é uma importante estratégia de prevenção para evitar o desenvolvimento da doença ativa, principalmente nos contatos domiciliares, nas crianças e nas pessoas em condições especiais, como as que têm:

  • Imunossupressão pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV)
  • Comorbidades associadas
  • Que fazem uso de medicamentos específicos.

Por isso, é necessário que a equipe de saúde realize a avaliação dos contatos de pessoas com tuberculose e disponibilize o exame para diagnóstico da ILTB aos demais grupos populacionais, mediante aos critérios para indicação do tratamento preventivo.

Controle de infecção

Por fim, a implementação de medidas de controle de infecção também faz parte das ações de prevenção da tuberculose. Confira as principais:

  • Manter ambientes bem ventilados e com entrada de luz solar
  • Proteger a boca com o antebraço ou com um lenço ao tossir e espirrar
  • Evitar aglomerações

Leia também: Conheça todos os processos para o desenvolvimento da vacina da COVID-19

Conheça a VIP Imune

Agora que você já sabe os principais métodos de combate à tuberculose, inclusive a vacina BCG que é oferecida gratuitamente pelo SUS, é importante conhecer uma empresa séria, com experiência e que ofereça todo o calendário de vacinação e imunização.

Nesse sentido, a Vip Imune Clinica de Imunizações foi idealizada e planejada com a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe sua imunização, de acordo com o calendário de vacinação.