27 set 2021

Saiba como funciona na prática e conheça as principais vantagens da aplicação simultânea de vacinas

aplicação simultânea de vacinas é uma técnica que administra mais de um imunizante, em diferentes regiões do corpo, praticamente no mesmo momento.

Esse conceito é recomendado, principalmente, para crianças menores de 2 anos, que, nesta faixa etária, têm diversas vacinas para receber, de acordo com o calendário de vacinação.

Vale destacar que essa técnica de administração simultânea dos imunizantes é segura e está entre as principais orientações sobre melhores práticas de vacinação, já que não interfere na resposta imunológica e tampouco potencializa os efeitos colaterais.

Além disso, essa prática é apoiada por diversas referências científicas, como a publicação “Administração simultânea de vacinas infantis: uma importante política de saúde pública que é segura e eficaz”.

Diante de todo esse contexto, preparamos esse conteúdo para explicar como funciona a aplicação simultânea de vacinas. Confira!

Leia também: Volta às aulas: conheça a importância da vacinação para crianças e adolescentes

Entenda como funciona a aplicação simultânea de vacinas

Como apontado no início do conteúdo, a aplicação simultânea de vacinas é uma técnica em que dois imunizantes são aplicados ao mesmo tempo.

Mas como funciona na prática? Dois profissionais realizam uma contagem sincronizada para aplicar as vacinas ao mesmo tempo em regiões diferentes do corpo.

Desta maneira, uma criança tem a percepção de apenas uma aplicação, o que ajuda a minimizar a resposta de dor e ainda garante a proteção contra mais doenças.

Saiba também: Calendário vacinal desatualizado: quais são os riscos?

Conheça os benefícios da administração simultânea de imunizantes

A administração simultânea dos imunizantes proporciona diversas vantagens. Conheça as principais:

  • Minimiza a resposta de dor

  • Garante a aplicação de 2 imunizantes de uma só vez

  • Mais rápida quando comparada a uma aplicação de cada vez

  • Menos ansiedade e estresse para as crianças e familiares

  • Otimiza o tempo

Você pode se interessar por: Vacina da gripe: tudo o que você precisa saber!

Conte com a Vip Imune para realizar a aplicação simultânea de vacinas

Agora que você já sabe o que é a aplicação simultânea de vacinas e as suas principais vantagens, é preciso conhecer uma instituição de saúde sólida e de confiança que ofereça esse procedimento.

Neste contexto, a Vip Imune Clinica de Imunizações foi idealizada e planejada com a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

No caso da aplicação simultânea de vacinas, não cobramos valor adicional pelo uso da técnica e, inclusive, todos os principais imunizantes são liberados para esta prática.

No entanto, só realizamos o procedimento na clínica. No Home Care, como somente uma enfermeira vai até a casa do paciente, não é possível realizar a técnica.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe a aplicação simultânea de vacina para os seus filhos!

20 set 2021
ansiedade infantil

Conheça os dados que norteiam a ansiedade infantil, saiba como identificar os sinais e a recomendação para tratamento

Assim como nos adultos, a ansiedade infantil também é caracterizada por problemas emocionais que podem causar prejuízos na vida de uma criança.

Nesse sentido, de acordo com dado divulgado pela cartilha Ansiedade em crianças – Um olhar sobre transtornos de ansiedade e violências na infância

, aproximadamente 20% das crianças no mundo têm problemas de ansiedade.

Não muito diferente dos adultos que desenvolvem a enfermidade por problemas como estresse no trabalho, separação conjugal ou de ordem financeira, por exemplo, as crianças também têm crises de ansiedade após episódios de separação dos pais, mudanças abruptas em seu cotidiano ou até morte de um ente querido.

Diante deste cenário, preparamos esse conteúdo sobre como identificar os sintomas de ansiedade infantil e os melhores métodos para o tratamento. Confira!

Leia também: Setembro amarelo: como identificar sinais de que uma pessoa precisa de ajuda

Saiba como identificar os sintomas de ansiedade infantil

O primeiro ponto para identificar sinais de ansiedade infantil é ficar atento ao comportamento da criança após episódios de grande impacto emocional, como a separação conjugal dos pais, por exemplo.

Entretanto, além disso, as crises de ansiedade infantil podem acontecer mesmo sem um grande acontecimento. Por isso, é importante observar os seguintes indícios:

  • Crises de choro inexplicáveis

  • Sustos durante o sono que despertam a criança

  • Reações inesperadas diante de situações do dia a dia

  • Alterações repentinas de comportamento e nos hábitos alimentares

  • Apego exagerado com um dos pais

  • Medos sem sentido aparente

  • Diminuição do rendimento na escola

  • Dores de cabeça e tonturas sem motivos aparentes

  • Retração social

Saiba mais: Vacina da gripe: tudo o que você precisa saber!

Conheça quais são os tratamentos recomendados

Ao perceber a continuidade desses sintomas por período considerável, é fundamental buscar ajuda profissional, mais precisamente de um psicólogo, para avaliar o quadro da criança.

Desta maneira, é possível obter o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento com medidas mais brandas, mas ainda assim eficazes, como:

  • Orientação aos pais e criança

  • Conscientização familiar

  • Estímulo ao aumento de autonomia e competência da criança

  • Consultas regulares para observar a evolução do quadro de ansiedade infantil

Você pode se interessar por: Calendário vacinal desatualizado: quais são os riscos?

Conte com a Vip Imune

Agora que você já sabe como identificar os principais sinais de ansiedade infantil, bem como a recomendação de busca por um profissional da psicologia para o tratamento, é importante também manter outros aspectos da saúde da criança em dia, como o calendário de vacinação.

Para isso, é importante contar com instituições sólidas e experientes como a Vip Imune Clinica de Imunizações.

Temos como proposta atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Para isso, contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe a vacina da sua família!

13 set 2021
 volta às aulas 

Nesta volta às aulas presenciais, é essencial que os alunos estejam com o esquema de vacinação em dia para evitar doenças, como meningite, sarampo e pneumonia. Saiba mais!

A partir da volta às aulas presenciais, após um longo período de ensino online, os pais precisam ter cuidados especiais com a saúde das crianças e adolescentes para evitar a possibilidade de infecções por doenças contagiosas.

Neste caso, além dos protocolos de saúde obrigatórios nas instituições de ensino, como aferição da temperatura, utilização da máscara e oferta de álcool em gel, os pais também precisam ter atenção em manter o calendário de vacinação dos seus filhos em dia.

Isso se deve ao fato de que o contato próximo dos alunos no ambiente escolar favorece o contágio de diversas doenças, principalmente as infectocontagiosas, como gripe, meningite, sarampo, pneumonia, catapora e coqueluche, por exemplo.

E para evitá-las a vacinação é a melhor opção. Por isso, preparamos esse conteúdo sobre a importância de manter o calendário de vacinação em dia para a volta às aulas presenciais. Confira!

Leia também: Calendário vacinal desatualizado: quais são os riscos?

Entenda a importância da vacinação de crianças e adolescentes na volta às aulas

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 23% dos adolescentes são portadores da bactéria causadora da meningite meningocócica, que pode ser evitada a partir do imunizante.

Além disso, o sarampo, que até 2016 era considerado como eliminado do Brasil, voltou a registrar vítimas, inclusive crianças, justamente pela falta de adesão aos esquemas vacinais.

E não é só isso, a pneumonia é mais um risco às crianças e adolescentes nesta volta às aulas presenciais. Vale destacar, que esta enfermidade é um dos principais motivos para hospitalização e óbito de crianças menores de cinco anos em todo o mundo, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia.

Por isso, é fundamental manter o calendário de vacinação em dia, já que, de acordo com o Ministério da Saúde, esses imunizantes oferecem proteção contra mais de 40 doenças.

Saiba mais: Vacina da gripe: tudo o que você precisa saber!

Conte com a Vip Imune para garantir as vacinas para sua família!

Como visto, nesta volta às aulas presenciais, é importante que os pais tenham atenção especial com a saúde dos seus filhos e mantenham o calendário de vacinação em dia.

Por isso, é necessário contar com uma instituição de saúde sólida e de sua confiança para oferecer as imunizações previstas e atualizar o calendário de vacinação da sua família.

Neste caso, a Vip Imune Clinica de Imunizações foi idealizada e planejada com a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe a imunização da sua família!

06 set 2021
consequências legais de não vacinar os filhos

De perda provisória da guarda até detenção, saiba quais são as consequências legais de não vacinar os filhos em território nacional

As consequências legais de não vacinar os filhos podem ir desde a perda provisória da guarda da criança até detenção, caso seja constatado crime de maus tratos.

Nesse sentido, vale destacar que, nos últimos tempos, ainda que seja minoria, cresceu a quantidade de pessoas que não acreditam em vacinas e, consequentemente, não recebem os imunizantes disponibilizados pelos principais órgãos de saúde do mundo.

De acordo com pesquisa da Wellcome Global Monitor, aproximadamente 21% da população mundial não acredita que as vacinas sejam seguras. No Brasil, 97% da população aprova a vacinação infantil.

No entanto, essa parcela mínima que não acredita na vacinação pode, consequentemente, deixar de imunizar os seus filhos, de acordo com as vacinas previstas para cada país.

Diante disso, preparamos esse artigo sobre as consequências legais de não vacinar os filhos no Brasil. Confira a seguir!

Leia também: Calendário vacinal desatualizado: quais são os riscos?

Saiba quais são as consequências legais de não vacinar os filhos em território brasileiro

Lei 8.069/90, que diz respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), estabelece normas para proteger o direito à vida e à saúde de crianças e adolescentes.

Entre essas regras, existem punições aos pais que não imunizarem seus filhos, de acordo com o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Desta maneira, a legislação afirma que “é obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.

Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), instituído pela Lei 6.259/75, prevê diversas vacinas que garantem a saúde e bem-estar das crianças.

Por fim, o artigo 227 da Constituição Federal também estabelece que família, sociedade e Estado devem garantir às crianças, com absoluta prioridade, o direito à vida e à saúde, dentre outros direitos.

Na prática, as consequências legais de não vacinar os filhos são:

  • Perda provisória da guarda da criança e do poder parental

  • Detenção caso seja comprovado crime de maus tratos

Existem crianças que são impossibilitadas de receber os imunizantes previstos por conta de problemas de saúde. Nestes casos, os pais e responsáveis precisam ter sempre à disposição os laudos médicos atualizados que indicam esta condição.

Saiba mais: Vacina da gripe: tudo o que você precisa saber!

Conheça a Vip Imune

Como visto, as consequências legais de não vacinar os filhos podem ser graves e levar pais e responsáveis até a detenção.

Por isso, mantenha o calendário de vacinação dos seus filhos sempre atualizado e, para isso, tenha uma instituição de saúde de confiança.

Neste caso, a Vip Imune Clinica de Imunizações foi idealizada e planejada com a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe as vacinas dos seus filhos!

01 set 2021
Setembro Amarelo

A campanha Setembro Amarelo tem o intuito de conscientizar as pessoas na prevenção do suicídio. Saiba mais!

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, celebra nacionalmente a campanha Setembro Amarelo, com o objetivo de prevenir suicídios e conscientizar a população sobre práticas que melhoram a saúde mental.

Nesse sentido, de acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, são registrados mais de 700 mil suicídios por ano em todo o mundo. Ou seja, uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos, em média

No Brasil, segundo o levantamento dos próprios realizadores da campanha, são registrados 12 mil casos de suicídio por ano, sendo que 96,8% estavam relacionados a transtornos mentais.

Diante deste cenário, preparamos esse conteúdo para ajudar a identificar sinais de que uma pessoa tem problemas de saúde mental e precisa de ajuda. Saiba mais a seguir!

Leia também: Vacina da gripe: tudo o que você precisa saber!

Conheça os principais sinais de que uma pessoa precisa de ajuda

Para identificar que uma pessoa está com problemas de saúde mental, é importante ficar atento aos seguintes indícios:

  • Apresenta sentimento de tristeza contínuo

  • Perda de interesse por atividades rotineiras

  • Relatos de solidão

  • Ansiedade

  • Afastamento social

Os organizadores da campanha Setembro Amarelo, inclusive, elaboraram a cartilha Suicídio informando para prevenir, que indica as principais diretrizes para tratar sobre o tema.

Além disso, existem alguns contextos que podem funcionar como gatilhos para que uma pessoa cometa suicídio. Conheça e saiba identificar:

  • Histórico familiar e pessoal de comportamento suicida

  • Transtornos mentais, como depressão, bipolaridade e problemas de humor

  • Fatores de estresse crônico e recentes, como problemas no trabalho ou até desemprego, separação conjugal e perda de parentes

  • Situações de emergência

Saiba mais: Hepatites Virais: conheça os tipos da doença e o método para prevenção

Entenda como ajudar pessoas que passam por problemas de saúde mental

Muitas vezes, as pessoas encontram diversas dificuldades para ajudar quem apresenta sinais de transtornos mentais, seja pela dificuldade de reconhecer os indícios, por falta de informação e até medo sobre a abordagem ideal.

Por isso, separamos as principais ações sobre como ajudar alguém que passa por problemas que, se não tratados, podem causar o suicídio. Veja:

– Escute a pessoa

– Não julgue

– Seja empático

– Respeite as opiniões e valores da pessoa

– Demonstre afeto, preocupação e cuidado

– Caso entenda que não é a pessoa certa para ajudar, oriente ao atendimento especializado, que pode ser o Centro de Valorização da Vida (CVV), que atende via chat ou telefone, no número 188.

Você pode se interessar por: Calendário vacinal desatualizado: quais são os riscos?

Saiba como a Vip Imune apoia o movimento Setembro Amarelo

Além da saúde mental, é importante cuidar de todos os aspectos da saúde, principalmente, neste período desafiador por conta da pandemia.

Por isso, é fundamental realizar check-ups periódicos, com exames de rotina e, inclusive, manter o calendário de vacinação em dia.

Para atender a essa demanda, além da publicação de conteúdos e disponibilização de materiais referentes à campanha Setembro Amarelo, a Vip Imune Clinica de Imunizações tem a proposta de atuar na imunização familiar e corporativa, agregando valor, qualidade e informação a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe sua vacina!