08 abr 2021

Confira como são desenvolvidas e aplicadas os variados tipos de vacina contra o câncer e veja quantos novos casos da doença são registrados por ano no Brasil

A vacina contra o câncer sempre é uma das pautas do dia mundial de combate à doença, lembrado em 08 de abril, e criado pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC), para marcar o combate à enfermidade, que a cada ano atinge milhares de pessoas.

Nesse sentido, de acordo com a publicação Estimativa 2020 – Incidência de câncer no Brasil, do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o país terá 625 mil novos casos de câncer a cada ano do triênio 2020-2022.

Diante disso, a indústria farmacêutica investe cada vez mais para desenvolver medicamentos, como a vacina contra o câncer. Para se ter ideia, em 2019 o BNDS liberou R$ 47,8 milhões para um laboratório construir uma fábrica de medicamentos de combate à doença, segundo a Época Negócios.

Diante deste cenário, conheça em detalhes como funciona a vacina contra o câncer.

Leia também: Conheça todos os processos para o desenvolvimento da vacina da COVID-19

Saiba como funciona a vacina contra o câncer

Diferentemente dos imunizantes contra infecções, a vacina contra o câncer faz com que o sistema imunológico da pessoa ataque as células cancerígenas. O objetivo é tratar a doença ou evitar a recidiva após tratamentos anteriores.

No entanto, ainda existem imunizantes que previnem contra alguns determinados tipos da enfermidade. Confira a seguir.

Saiba mais: Vacina Herpes Zóster: Tudo O Que Você Precisa Saber

Conheça vacinas para prevenir alguns tipos de câncer

Existem alguns tipos de câncer que são causados por vírus, como de boca, orofaringe, ânus e outros. Por isso, a vacina no combate ao HPV pode ajudar a prevenir essas enfermidades.

Além disso, pessoas que têm o vírus da hepatite B têm risco de desenvolver câncer de fígado. Assim, o imunizante para prevenir a infecção pelo vírus da hepatite B ajuda a diminuir o risco da enfermidade no fígado.

No entanto, esses imunizantes não foram desenvolvidos especificamente contra o câncer. O que acontece é que essas vacinas atuam para combater alguns tipos de vírus, que podem provocar o câncer.

Por isso, é importante destacar que, apesar de todo o avanço da tecnologia e investimento de indústrias e governos no mundo inteiro, ainda não se tem certeza se é possível desenvolver compostos contra cânceres conhecidos, como de pulmão, próstata e mama, por exemplo.

Você pode se interessar por: Saiba como combater o câncer na infância

Vacinas para tratar o câncer

Ainda existem as vacinas para tratar o câncer, que são projetadas para o sistema imunológico atacar células cancerígenas no organismo. Desta maneira, esse tipo de composto, ao invés de prevenir, combate a enfermidade.

Esses imunizantes são formulados com células cancerígenas, partes de células ou antígenos puros. 

Em alguns casos, as próprias células do sistema imunológico de um paciente são coletadas e expostas às cancerígenas para serem modificadas e aplicadas novamente no paciente. O objetivo é melhorar a resposta imunológica contra as células cancerígenas.

Leia mais: Vacina BCG: saiba como prevenir a tuberculose

Conheça a Vip Imune

Como visto, ainda não existe especificamente uma vacina contra o câncer, apenas os imunizantes que combatem alguns tipos de infecções e ajudam a prevenir casos específicos da doença ou até compostos utilizados no tratamento da enfermidade.

Mas, quando o tema é vacina e imunização, é fundamental contar com uma instituição séria e que ofereça os melhores compostos do mercado.

Para isso, a Vip Imune Clinica de Imunizações atua na imunização familiar e corporativa, agregando valor e qualidade a todos.

Contamos com uma equipe qualificada e atenciosa na área de imunização e com profissionais experientes, o que resulta em um atendimento humanizado e completo para todas as pessoas, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe sua imunização, de acordo com o calendário de vacinação.