10 maio 2021

Conheça as principais causas, os sintomas e saiba como combater a síndrome respiratória aguda

A partir da pandemia do novo coronavírus, a síndrome respiratória aguda, também conhecida por SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome), ou SRAG, é discutida diariamente nos noticiários dos veículos de imprensa.

Nesse sentido, apesar de grande parte dos sintomas da Covid-19 ser leve, a síndrome respiratória aguda é um dos indícios mais graves da infecção e, para combatê-lo, é fundamental conhecer os sintomas e entender quais são as medidas preventivas.

Vale destacar que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS)entre os pacientes infectados com coronavírus, aproximadamente 15% apresentam sintomas graves e precisam de oxigênio, enquanto 5% ficam gravemente doentes e precisam de cuidados intensivos.

Diante deste cenário, saiba como identificar a enfermidade e conheça as melhores práticas para combater a síndrome respiratória aguda.

Leia também: Conheça todos os processos para o desenvolvimento da vacina da Covid-19

Saiba identificar sinais e sintomas da síndrome respiratória aguda

Na prática, a SARS pode ser identificada a partir do seguintes indícios:

  • Febre

  • Calafrios

  • Dor de cabeça

  • Tosse

  • Nariz escorrendo

  • Dor de garganta

  • Dificuldade ou desconforto para respirar

  • Sensação de peso ou pressão no peito

  • Oxigenação sanguínea abaixo de 95%

Nas crianças, os principais sintomas são a falta de ar, desidratação e a falta de apetite.

Saiba mais: Vacina BCG: saiba como prevenir a tuberculose

Conheça o que causa a enfermidade

Os motivos para a síndrome respiratória aguda podem ser as infecções dos pulmões (pneumonia), que são causadas por diversos microrganismos, como bactérias, vírus e fungos. Dentre estes microrganismos está o coronavírus

Você pode se interessar por: Tire suas dúvidas sobre a vacina DTPA + IPV

Saiba o que fazer quando sentir os sintomas da síndrome respiratória aguda

A partir dos sinais de que uma pessoa pode estar com a síndrome respiratória aguda, é preciso buscar atendimento médico o mais rápido possível para uma primeira avaliação.

Caso necessário, serão colocados em prática cuidados mais intensivos, como:

  • Internação

  • Isolamento

  • Exames para identificar a causa da SARS

Inicialmente, o tratamento da enfermidade é realizado com grandes quantidades de oxigênio, já que este procedimento é suficiente para a melhora e conforto da maioria dos pacientes.

No entanto, se não forem apresentadas melhoras significativas, é avaliada a necessidade de intubação do paciente.

Leia também: Saiba como combater o câncer na infância

Conheça a Vip Imune

As pessoas que recebem a aplicação das vacinas contra o coronavírus dificilmente irão ter consequências mais graves da infecção, como a síndrome respiratória aguda.

Por falar em vacina, é fundamental estar com o calendário de imunização em dia e, para isso, é preciso contar com uma instituição sólida, experiente e de confiança

Nesse sentido, a Vip Imune promove a vacinação familiar e corporativa, a partir de uma equipe qualificada, experiente e atenciosa para proporcionar atendimento humanizado e completo para pessoas de todas as idades, desde bebês até terceira idade.

Entre em contato com os nossos profissionais e programe a sua imunização.